Quarta-feira, 7 de Janeiro de 2009

hip-hop

 

 

 

 

blogs:

      valete: http://www.myspace.com/valete115

     minddagap http://www.minddagap.info/ 

      estado alerta www.myspace.com/estadoalerta

      dealema:   www.myspace.com/dealema  

     trf:  http://www.myspace.com/trofarockaforte

 

concertos:

 

 

 

 letras de musicas:

 

 

Serial Killer
 
Valete 
 

 

edson, meu irmão de sangue puto de 15 primaveras 
nos bancos da praceta esperava pela sua galera 
que chegara entretanto e trouxera uma convidada 
uma morena, gorda, xl, muito pesada 
supostamente nada, para edson, habituado a pequenas e 
magras 
mas aquela dama larga, perturbou-lhe por isso ele 
hesitara 
começaram na troca de sorrisos mal se conheceram 
e com incentivos da galera, eles logo se envolveram 
sessão hardcore, ela teve performance de pro 
edson jamais experenciara algo melhor 
ela era imigrante ilegal prostituta colombiana 
edson queria vê-la outra vez agora só com grana 
no dia seguinte foi buscá-la, deixou 100 euros 
proxeneta 
fizeram obscenidades lá no canto da praceta 
ele e a boçeta todos os dias passou a ser rotina 
crescia a paixão de edson por aquela chica latina 
clandestina, morena, cor de canela 
edson não existia, a vida dele era ela 
juntava grana, acabava a grana, queria mais grana 
para ter a sua colombiana, começou a furtar grana  
 
refrão 
edson, não vás por aí, isso é perigoso mano 
edson, por esse caminho ninguém escapou mano 
edson, não vás por aí, isso é perigoso mano 
... ninguém escapou mano 
 
furtava grana e tudo o que via no cubico 
rolava em parques de estacionamento, fazendo guito 
drama comigo, todos os dias 
eu dizia, edson cuidado, isso não é paixão, isso é 
feitiçaria 
para ficares aqui em casa, mano, vais ter que 
deixá-la 
edson disse ok, resolveu tentar esqueçê-la 
noites mal dormidas semana após semana 
até que lhe apresentaram uma chica, metadona 
uma portuguesa magrinha de boa fama 
relacionaram-se uma semana, não vale a pena, ele não a 
grama 
veio nostalgia, da sua latina americana 
metadona era fixe, mas não era a mesma cama 
só uma vez é que se ama, outra vez em busca da sua 
dama 
ele era um de muitos punks da puta colombiana 
a magia dela era a forma como actuava na cama 
penetrava na veia dos manos até possuir a alma 
à pala dela o chulo arrecadava bué de grana 
eram muitos manos e manas atrás dessa punana 
é só drama, vida sem chama, enterrada na lama 
é só má-fama, na zona, piorava o panorama 
dividia comida na rua com cães e ratazanas 
3 vezes ao dia meu mano fodia aquela fulana 
até que um dia... 
(força...força) 
até que um dia, quando faziam sexo ela sprintou 
edson não aguentou, coração parou 
e ela continuou tranquila 
e gritou, eu sou serial killer 
 
refrão 
edson, não vás por aí, isso é perigoso mano 
edson, por esse caminho ninguém escapou mano 
edson, não vás por aí, isso é perigoso mano 
... ninguém escapou mano 
2 vezes 
 
 
 
sinto-me: EM CONsTRuCÇAO

publicado por Clicaki às 11:21
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. 3º Periodo- Instrumentos ...

. Beliscofone

. Chocalho

. Flauta D'água

. SAX

. Zamponha

. pagina principal

. electronica

. hip-hop

.arquivos

. Junho 2009

. Maio 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

.links

SAPO Blogs

.subscrever feeds